Resenha: Piratas do Caribe - A vingança de Salazar (Filme)


Sinopse
O capitão Salazar é a nova pedra no sapato do capitão Jack Sparrow. Ele lidera um exército de piratas fantasmas assassinos e está disposto a matar todos os piratas existentes na face da Terra. Para escapar, Sparrow precisa encontrar o Tridente de Poseidon, que dá ao seu dono o poder de controlar o mar.

Informações adicionais:

Lançamento: 05/ 2017 - Direção: Joachim Rooning e Espen Sandbergm - Música: Geoff Zanelli - Produção e roteiro: Jerry Bruckheimer.


Esse final de semana fiz um “cine duplo” no cinema. Assisti a Piratas do Caribe e a mulher maravilha. Nesse post farei considerações sobre a primeira obra cinematográfica.
Os primeiros filmes sobre piratas do Caribe foram maravilhosos, tinham elementos como humor e romance, além disso, a interpretação e o entrosamento entre os atores eram impactantes. Entretanto nem tudo é perfeito e não posso fazer os mesmos elogios para essa sequência.
Como aguardado Jack Sparrow (Johnny Depp) ganha os holofotes e se destaca, embora as suas piadas sejam rasas e não tenham uma conexão com o público e demais atores. A ameaça do capitão Salazar (Javier Bardem), depois que é liberto de sua prisão, é apenas um enfoque para dar ação nas cenas e não chega ser uma ameaça assustadora.
Nessa obra Henry Turner (Brenton Thwaites) é filho da antiga heroína Elizabeth Swann (Keira Knightley) e Will Turner (Orlando Bloom). Seu maior desejo desde que era criança é ter o pai perto de si, então para concretizar seu sonho e quebrar a maldição do seu pai ele vai à busca do tridente de Poseidon. Durante as cenas conhecemos a linda Carina Smyth (Kaya Scodelario) que é a única capaz de ler o mapa e leva-los ao objeto desejado. Todavia, eles precisam de um navio e nada melhor do que o “Perola Negra”, mesmo que em decorrência dessa escolha venha junto o capitão Sparrow.

Por fim, não fui conquistada pela atuação de Kaya e Brenton, em todo instante parecia que esses não se “encaixavam” com a personalidade de seus personagens e que faltava um algo mais. Posso afirmar que até mesmo a interpretação de Depp não foi tão autêntica. Então, se soubesse que a decepção seria algo tão marcante não teria escolhido esse filme e mesmo parecendo complexo, aguardaria a exibição na sessão da tarde ou na Netflix.
E você, já assistiu? O que achou? Não deixe de comentar.




Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Primeiro, que header maravilhoso é esse? Oh Lord. Amei amei amei s2
    Estou louca para ver este filme,mas acho que vou esperar depois de ler o seu post rs.
    Ouvi uns amigos comentarem sobre a atuação do Depp também e confesso que isso desanima um pouco, quero ver o capitão, o mesmo dos outros.

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Dessa vez passo a dica, nunca gostei muito de piritas do caribe, mas sua resenha ficou muito boa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    O primeiro filme era sensacional e tudo de bom, ainda assisti até terminar a primeira trilogia, depois não me animei a continuar e depois da sua resenha, Verônica, fiquei com menos vontade ainda de ver. Abraços!

    ResponderExcluir

Google+ Followers